04/05/15

Nova Iorque a crescer

Aquelas pessoas que dizem que as crianças a crescer é o que nos faz velhos - algo em que prefiro nem pensar - devem ver o vídeo do New York Times de Nova Iorque a crescer. Está verdadeiramente bom.

Uma miúda que percebe da vida

Não me lembro quando vi pela primeira vez, presumo que tenha sido no blogue da Joanna Goddard ou no da Swiss miss, mas esta miúda, Gemma Corell - não sei se é mesmo uma miúda ou se é uma velhota com jeito para o desenho -, percebe da vida.

Alguns dos muitos cartoons sobre a vida moderna que a miúda fez:
Porque é que o teu millenial está a chorar?
Maldições modernas
Novos tipos de penteados para raparigas novas

Dias de ténis

Tivemos quase uma semana de dias aproveitados para ver uns bons jogos de ténis. O EstorilOpen acabou ontem e teve dias e noites animados e jogos bem emocionantes. Com bilhetes a partir dos 5 euros. Os miúdos adoraram. A repetir.

29/04/15

Músicas que cantamos no carro, a cair nas 8h

Pedindo desculpa pelos eventuais anúncios, dos quais nos obrigam a ver um pedaçinho até chegar ao glorioso skip ad, há músicas que são mesmo fixes para cantar no carro. A cair nas 8h, a levar os miúdos à escola, aos berros, opcionalmente de janelas fechadas. Sem saber a letra, adivinhando alguns refrões, com sorte frases inteiras. Porque faz sentido, porque é em português, porque é bom.

"E agora?", Mikkel Solnado e Joana Alegre
"O desfado", Ana Moura
"Às vezes", dos D.A.M.A.

31/03/15

Coisas que me fazem tanta confusão como a mudança da hora

- as marés e as pessoas que conseguem saber sem ter de pensar o que é a preia-mar e o que é que isso quer dizer para o surf ou para a pesca;
- as feiras que funcionam no terceiro ou no primeiro domingo do mês. Nunca sei quando são;
- os câmbios. Pago sempre muito mais do que estava a pensar que ia pagar;
- a mudança da hora. Eu sei que está no título, mas esta nem que me expliquem muito devagarinho como se tivesse cinco anos. Fico sempre sem saber se ganho uma hora ou se perco uma hora ou, sequer, o que é que isso quer dizer;
- fusos horários. Lá são mais duas ou menos duas horas?
- as pessoas que conseguem resistir a gomas e chocolates (respect);
- os medicamentos que têm de ser tomados em grupos de quatro ou de cinco e cada um com uma posologia e uma hora diferente para tomar;
- as línguas que não sei falar e o filtro que imagino entre mim e esses faladores de línguas estranhas, que me permite ficar a olhar para eles a tentar perceber de que raio de sítio vieram sem que eles me vejam (veem);
- pessoas que não sabem jogar ao jogo "se tivesses de adivinhar, qual seria a história das pessoas que estão a passar por nós?";
- as pessoas que não gostam de jogar a jogos parvos, de quantos-queres para cima, e de responder a questionários parvos de revistas;
- as regras do futebol, do cricket e do futebol americano;
- ...