01/01/14

Ganhar balanço

Um ano novinho em folha é uma boa altura para fazer balanços.

Acho que vou interromper aqui a vidaadias por uns tempos. Ando sem paciência. Ando sem tempo. Tenho muitas novidades mas não me apetece partilhá-las aqui.

Fica dormente. Não te vás embora.
Tenham um Ano excelente!

19/12/13

Comprimir o tempo

Enquanto me dás o mimo da manhã, comprimida contra mim, "mamã, onde é o teu coração? Quero ouvir.", penso com calma nas coisas que temos de fazer.
Ontem, dia de anos do papá, tentámos ir à Vila Natal, no Parque Eduardo VII. Estava a chover e eu ponderava se seria boa ideia, mas a vila fechou no momento em que chegámos. Fica para outro dia. Aquilo não seria mais giro à noite?
Falta irmos ao Circo de Luz, no Terreiro do Paço, falta irmos à Baixa ver as montras, falta irmos aos mercados, falta completarmos o caderno de campo da escola, onde anotam passeios pela cidade.
Falta terminar umas comprinhas de Natal, mas está tudo calmo nesse aspecto. Falta comprar uma prenda para os teus anos. Preferirás um brinquedo, roupa ou um livro?
Mas agora deixa-te estar aí, ouve o meu coração à vontade. Está cheio de coisas.

17/12/13

Daily randomness

Ontem andei no táxi do "enciclopédia ambulante da Rádio Táxis". O senhor diz que sabe sempre onde ficam as ruas em Lisboa. E que são mais de 7.000. Disse-me o número ao certo, mas eu estava tão satisfeita de ter ido almoçar à Baixa que ainda estava a rir-me do feito.
Baixa antes do Natal - nailed it!